Tópico

domingo, 6 de abril de 2008

Fruto Podre

Certa tarde eu dormia sóbrio ao som de vale a pena ver de novo, sonhava como sempre, mas não o mesmo sonho, neste a fotografia era mais colorida e o tempo mais vortex. No sonho eu era abduzido por óvnis extraterrestres vindos obviamente de outro planeta, quando Raul começou a cantar “eu sou a mosca...”, e eu perguntei:
__ Que tu tá fazendo no meu sonho?
__ Jesus...
__ Onde?
__ Não. Olha!__ E ele apontou para o E.T que vinha em nossa direção.__ José Serra!
__ Ah não. Não é.
Aí o E.T parou na nossa frente e me olhou fixamente nos olhos e disse:
__ Salve a líder de torcida, salve o mundo!
Eu olhei para o Raul na esperança que ele tivesse entendido alguma coisa e ele me olhou de volta parecendo mais perdido que eu e disse:
__ Sei lá!
Vocês têm Vodca?
Enquanto o José “E.T” Serra acompanhava o Raul até o bar, eu fiquei a observar um grupo de extraterrestres que praticava sexo grupal com uma senhora de 96 anos, a mesma que semana passada tinha aparecido no linha direta afirmando ser violada todas as noites por alienígenas pretos e bem dotados, pensei em lembra-los que ainda era de tarde, mas foi quando um deles ficou de ponta cabeças e a velhinha suspirou satisfeita:
__ Eta! Civilização mais avançada!
Neste momento me acordo de súbito salto, me desviando por muito pouco do assalto de minha irmã que gritava ferozmente, ou melhor, esbravejava veemente:
__ EU SEI DE TUDO!
__ Calma!
__ Calma?
__ Tu sabe é?
__ É!
__ O que tu vai fazer?
__ Contar pra mãe!
__ Não! Ela pode chamar a policia.
__ Pois que chame!
__ Eles me prendem!
__ Quem manda se meter com essa gente.
__ Calma, eu jogo tudo fora!
__ O quê?
__ As drogas!
__ Que drogas?
__ ...
Do que tu tá falando?
__ Da política. Ora!
... Vereador?
... A mãe vai morrer de desgosto.
__ Ah!
__ Ela nunca vai aceitar um comunista dentro de casa.
__ Fica calma! Eu vou desistir. Nem gostava mesmo. Partidinho de merda!
__ É bom mesmo!
... Se não gostava por que aceitou?
__ Licença no trabalho!
__ Ah!
... E as drogas?
__ Hum?



2 Comentários:

zarpimpao disse...

hehe mto bom seu conto!
otimo blog, parabens =~]

Lucas Loch Moreira disse...

O meu comentário não coube, excedeu o limite de caracteres, ora quem eles pensam que são, malditos ratos, eu mato eles se for preciso. Ótimo texto Rogério. Um abraço.